Fotodepilação por Luz Intensa Pulsada


Como funciona a fotodepilação por Luz Pulsada?
IPL (Intensive Pulsed Light) funciona direcionando suaves impulsos de luz às raízes dos pelos ativos. Isso faz com que a raiz aqueça e entre em “fase de repouso”. Então, os pelos, após uma ou duas semanas, caem naturalmente e o seu crescimento é inibido. Enquanto o tratamento na área específica (rosto, pernas, abdômen…) se mantiver, os pelos não voltam a crescer. Após a conclusão tratamento de IPL, os pelos poderão voltar a crescer, embora possam ser mais finos e raros do que antes.

Quantas sessões de IPL são necessárias?
A fotodepilação por IPL pode produzir resultados impressionantes de redução de pelos, mesmos após apenas duas sessões. Isto significa que os pêlos não desejados do corpo podem ser significativamente reduzidos em apenas duas ou três semanas. Em alguns casos, pode levar de seis a oito semanas, para obtenção de melhores resultados a serem alcançados, mas isso varia de pessoa para pessoa (tipo de pele), podendo a pele “livra-se” dos pelos, bastante mais cedo do que isso.

A fotodepilação por IPL é dolorosa?
A fotodepilação, usando a tecnologia IPL, não é dolorosa e deixa a(o) cliente/paciente com qualquer tipo de erupção cutânea ou “vermelhidão”, o que acontece, por vezes, com outro tipo de epilações (ex.: cera ou eletrólise). Em alguns (raros) casos, poderá sentir-se um leve aquecimento da pele mas nenhuma dor. Os equipamentos mais evoluídos possuem diversas configurações de intensidade de luz, por forma a dar resposta aos diferente tipos de pele e tons de pelo. As definições/intensidades mais baixas são ideais para uso em áreas mais sensíveis, como junto à virilha, por exemplo.

Diferentes tons de pele e de pelo
A tecnologia IPL é eficaz na maioria dos tons de pele e de pelo. No entanto, tipicamente os resultados não são os melhores em pelos de tom avermelhado, loiros claros ou grisalhos, uma vez que não há pigmento de melanina suficiente nestes tons para absorver os pulsos de luz, eficientemente. Do mesmo modo, recomenda-se prudência na utilização sobre a pele muito escura porque contém muito pigmento de melanina podendo absorver muita luz. Em ambos os casos, exige-se a aplicação de um pré-tratamento, nomeadamente, cremes específicos sobre as áreas a tratar.